A pandemia acelera a digitalização do agro – novos rumos para o motor do Brasil?

/, Agro 5.0, Agronegócio, Blockchain, Informação, Novidade, Tecnologia/A pandemia acelera a digitalização do agro – novos rumos para o motor do Brasil?

A pandemia acelera a digitalização do agro – novos rumos para o motor do Brasil?

ecotrace-agtech
8
set

O ano de 2020 nem acabou e já entrou para a história. A pandemia de covid-19 se espalhou pelo mundo e impôs uma série de medidas que transformaram aquilo que entendíamos como “normal”.

Enquanto os demais setores da economia sofreram forte queda devido à paralisação das atividades imposta pela situação e as grandes incertezas sobre o futuro, o agronegócio brasileiro mais uma vez vem se destacando, sendo o único macro setor a apresentar crescimento no último trimestre.

E se os resultados gerais do agro foram positivos, dentro do setor houve atividades que obtiveram resultados ainda melhores, com índices de crescimento acima dos 100%.  Trata-se das Agtechs, empresas de tecnologia voltadas à produção rural.

Em tempos de distanciamento social os meios e ferramentas digitais ganharam ainda mais espaço, acelerando uma tendência que já vinha se consolidando mesmo diante dos gargalos existentes no país para a implantação da tecnologia no campo.

 

 

Em 2020 o agro é ainda mais digital!

 

Quem está dentro do agronegócio sabe que o setor vem passando por grandes transformações. As soluções da tecnologia da informação chegaram com tudo no campo, mudando a forma de produzir, gerir e vender.

Estamos vivendo apenas o início desse processo. Com a iminente chegada da tecnologia 5G – o leilão da Anatel da nova velocidade de conexão ocorre já em 2021 – e as mudanças divulgadas nas Leis da Antena que facilitam a instalação dos equipamentos, em breve soluções ligadas a Internet das Coisas, Inteligência Artificial, Machine Learning, Big Data e Tecnologia Blockchain serão comuns nas fazendas.

Nesse ano de 2020, marcado pela pandemia de covid-19, foi possível observar crescimento  vertiginoso das Agtechs das seguintes especialidades:

  • E-commerce;
  • Gestão Digital;
  • Monitoramento.

A venda online da produção foi uma saída utilizada pelos produtores de todos os tamanhos para driblar a suspensão das vendas presenciais. Pesquisa da consultoria global McKinsey apontou que 36% dos agricultores brasileiros fazem transações online. Para efeito de comparação, esse índice é de 24% entre os produtores norte-americanos.

Mesmo os pequenos produtores e do mercado de orgânicos passaram a utilizar a internet para vender direto aos consumidores, conquistando bons resultados diante da maior procura pela alimentação saudável diante da preocupação com a saúde.

Os produtores nacionais também buscaram novas formas de realizar a gestão administrativa e agronômica das fazendas, contando com as soluções digitais para aprimorar a gestão das propriedades e assim melhorar seus resultados.

Por fim, a pandemia impôs uma maior necessidade de controle da produção, de forma a assegurar a qualidade e segurança sanitária dos produtos, tanto aqueles voltados ao mercado externo quanto aos que chegam ao mercado interno. Essa é uma mudança que tende a tornar-se definitiva.

 

 

Segurança e precisão no ciclo produtivo

 

O Sars-CoV-2, vírus causador da covid-19, fez soar alto o alerta, que já havia sido acionado quando da gripe suína e gripe aviária deste século, para como a humanidade é frágil diante do universo desconhecido de vírus e agentes patógenos existentes no planeta.

A medida que mais áreas e biomas são ocupados, estamos mais sujeitos a exposição a esses patógenos, que ao encontrar as criações de animais podem rapidamente tornar-se um perigo.

Assim, adotar medidas ainda mais rígidas de controle sanitário no agronegócio, controlando e rastreando todo o ciclo produtivo com precisão e segurança, tornou-se mandatório no setor, acelerando a adoção de medidas de rastreabilidade, como a tecnologia blockchain, por produtores.

 

“2020 já ficou para a história e deixará marcas profundas em todo o mundo!”

 

Para o agronegócio brasileiro a pandemia representou não apenas a continuidade de sua força, como promoveu transformações das quais possivelmente teremos dimensões em um futuro próximo.

O que a pandemia mudou em sua forma de produzir e gerir sua fazenda? Conte pra gente nos comentários! Compartilhando experiências crescemos juntos!

Continue acompanhando nosso blog e saiba mais sobre a tecnologia blockchain e as soluções digitais aplicadas no agronegócio, não deixe de curtir nossas páginas nas redes sociais para ficar por dentro de todas as novidades da Ecotrace! Até a próxima!

Ainda não há comentários.

Deixe um comentário

Your email address will not be published.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Assine Nossa News letter

Assine nossa News letter e receba alertar de todos s nossos novos conteúdos sobre agronegócio, tecnologia e sustentabilidade.

[contact-form-7 404 "Not Found"]